Orquestração da segurança traz mais agilidade à gestão de vulnerabilidades

Tipicamente, as grandes empresas têm dezenas de soluções de segurança e poucos analistas para lidar com o trabalho manual gerado por essas tecnologias. Um profissional de segurança nas melhores condições pode levar de duas a quatro horas para solucionar um incidente diante deste cenário, podendo ser tarde demais para parar o cibercriminoso.

A orquestração da segurança é uma tecnologia em ascensão que liga diversas ferramentas e sistemas de segurança para melhorar a gestão de segurança, especialmente a gestão de vulnerabilidades e a gestão de incidentes. No entanto, atualmente o conceito de orquestração acaba sendo confuso diante de tantos recursos de automação que geralmente se restringem a uma única tarefa ou processo.

A orquestração de segurança atua como uma camada que une diversos recursos de segurança, incluindo soluções e equipes. Imagine que sua empresa conte com um firewall, uma solução de SIEM e um controle específico para responder a incidentes. A orquestração de segurança permite que todas essas tecnologias trabalhem juntas.

Hoje, boa parte do processo de analisar os dados dessas ferramentas é feita de maneira isolada e manual, ou seja, os profissionais de segurança trabalham no monitoramento de cada um desses controles. Pode levar horas para que o time de SOC identifique um incidente e, geralmente, é tarde demais para impedir um vazamento de dados ou a ação de um ransomware.

Conheça os usos de orquestração da segurança

O conceito de orquestração de segurança já existe há anos, mas somente há pouco tempo surgiu o conceito de SOAR, uma plataforma que permite a gestão completa de processos de segurança por meio de recursos de orquestração mais avançados.

Atualmente, o uso de orquestração da segurança é mais simples e monótono, como a investigação de ataques de phishing e a automatização de remediações de menos complexidade, como o bloqueio de comandos maliciosos ou o controle de endereços de IP.

Hoje as plataformas SOAR são capazes de analisar dados de múltiplas fontes de dados, incluindo vulnerabilidades, configuração e outras informações do estado dos sistemas, e oferecer uma visão 360º da segurança da informação. Assim, o SOAR permite unir uma série de tecnologias de segurança e última geração.

Trata-se de uma tendência transformadora, pois permite às empresas, especialmente as de grande porte, que contam com um ambiente de TI complexo, enfrentar os principais desafios gerados pela gestão de vulnerabilidades, como a atualização de sistemas, por exemplo.

Orquestração da segurança pelas plataformas SOAR

Os recursos de orquestração da segurança oferecidos pelas plataformas SOAR permitem aos Security Operation Centers (SOCs) coordenar o fluxo de dados e tarefas interagindo com ferramentas existentes e processos dentro de um fluxo de trabalho automatizado.

Uma plataforma SOAR pode conectar sistemas, ferramentas e processos, permitindo um nível orquestração que vai além da automatização de uma ou duas tarefas com base em apenas uma solução de segurança.

O GAT, plataforma SOAR da iBLISS, centraliza em uma única plataforma todos os resultados de segurança da empresa, possibilitando o compartilhamento com múltiplas equipes e a priorização de ações de correção de vulnerabilidades. Com base na criticidade das falhas de segurança e dos ativos corporativos, o GAT permite a adoção de um processo de gestão de vulnerabilidades proativo e efetivo. Saiba mais sobre os recursos do GAT aqui.

Como está a Segurança Digital da sua empresa?

Converse com nossos especialistas.