Melhore a automatização das operações de segurança com a plataforma SOAR GAT

Nas últimas semanas, a ascensão do ransomware WannaCry e do ransomware Petya mostraram que empresas no mundo todo enfrentam problemas com a gestão de vulnerabilidades, especialmente com a atualização de sistemas. Isso acontece porque muitas dessas empresas acabam se dedicando à resolução dos incidentes do que à prevenção das ameaças ou à mitigação de riscos.

A automatização das operações de segurança pode ajudar as empresas a melhorar a execução de processos básicos como a gestão de patches, que nas empresas de grande porte pode acabar se tornando um grande desafio devido à complexidade do ambiente de TI. Por isso, o investimento em plataformas de gestão de segurança que permitam a automatização das operações de segurança é fundamental.

Segundo o CEO da iBLISS, Leonardo Militelli, no Brasil é fácil encontrar empresas usando softwares sem atualizações críticas de segurança, por exemplo. A última edição do Relatório de Ameaças mostrou que a desatualização de sistemas responde por 92% das falhas críticas de segurança nas empresas brasileiras.

“Além de atuar na resolução de incidentes de segurança, as emrpesas precisam investir em programas de gestão de segurança para prevenir as ameaças e reduzir o risco ao negócio”, explica Militelli.

Conheça os benefícios de unir automatização das operações de segurança à orquestração

Com a plataforma SOAR GAT, empresas de todos os portes podem obter uma série de benefícios ao combinar a orquestração de segurança com a automatização das operações de segurança.

Ameaças como o WannaCry e o ransomware Petya, que infectaram milhares de computadores em apenas algumas horas usando uma mesma vulnerabilidade no Windows mostram que a automatização das operações de segurança não é mais um adicional à estratégia de TI, mas um item obrigatório para lidar com o aumento da complexidade do ambiente de TI nas empresas.

As múltiplas ferramentas de segurança acabam gerando uma série de processos manuais que ocupam a equipe de TI de maneira excessiva e ainda possibilitam uma série de erros humanos. A plataforma SOAR GAT permite que as empresas desenvolvam uma orquestração complexa de seus processos para automatizar operações de segurança, incluindo a gestão de vulnerabilidades e de resposta a incidentes.

Ao automatizar tarefas usando o GAT, os profissionais de TI podem executá-las com o máximo de precisão, oferecendo mais recursos para que a equipe de segurança obtenha insights para reduzir a superfície de ataque e responder mais rapidamente às ameaças.

Combata os desafios do excesso de alertas

Os Security Operation Centers (SOCs) de hoje enfrentam um excesso de alertas e, diante disso, acabam deixando de lado uma série de processos críticos, mas que acabam exigindo muitos recursos. É o caso da gestão de vulnerabilidades, por exemplo, que é essencial para prevenir uma série de ameaças potencialmente danosas, mas que hoje acaba exigindo muitos recursos e entregando um baixo ROI.

Com a plataforma SOAR GAT, os SOCs podem coordenar o fluxo de dados e tarefas interagindo com ferramentas existentes e processos dentro de um fluxo de trabalho automatizado. Assim, líderes de segurança obtém um maior retorno do processo de gestão de vulnerabilidades, pois reduzem o ciclo de vida das ameaças e, consequentemente, liberam seus profissionais para que se dediquem a uma abordagem mais proativa.

Saiba mais sobre os recursos do GAT, da iBLISS, primeira plataforma SOAR do Brasil.

Como está a Segurança Digital da sua empresa?

Converse com nossos especialistas.