Investimento em Segurança poupa gastos com ciberataque

Os dados a seguir (fonte: Instituto Ponemon) enfatizam: organizações que investem em prevenção e automatizam a detecção e a recuperação em caso de ciberataques – por meio de tecnologias como Segurança da Informação e Sistemas de Gerenciamento de Eventos (SIEM) – desfrutam de significativas reduções de custos.

Uma política de segurança eficiente reduz impactos e custos de ciberataques.
Empresas que implantaram Sistemas de Gerenciamento de Eventos (SIEM) protagonizaram uma diminuição de 24% nos gastos com crimes cibernéticos.

O roubo de informações representa o maior custo externo, seguido pelos custos associados à interrupção das operações de negócios.
Anualmente, o roubo de informações é responsável por 42% do total dos custos externos. Já a diminuição da produtividade é responsável por 22% dos custos externos.

Ataques cibernéticos podem ficar caros se não resolvidos rapidamente.
O tempo médio para uma empresa resolver um ataque é de 14 dias e o custo médio por dia é de US$ 17,696. Os ataques de colaboradores mal intencionados são os mais complicados, podendo levar até 42 dias para serem resolvidos.

Detecção e recuperação são as atividades internas mais caras.
Somadas, detecção e recuperação contabilizam 46% do total dos custos internos com mão-de-obra. (Especificamente: mão-de-obra direta, 36%; mão-de-obra indireta, 13%; extras/despesas gerais, 8%; custos amortizados, 30%; perda de produtividade, 13 %).

Como está a Segurança Digital da sua empresa?

Converse com nossos especialistas.