Gestão de vulnerabilidades integrada torna seu eCommerce mais seguro

Segunda uma previsão do Gartner, divulgada em junho deste ano, em 2020, 99% das vulnerabilidades exploradas serão conhecidas dos profissionais de TI e segurança por pelo menos um ano. No caso do eCommerce, o aumento no número de ataques contra a segurança de sistemas de pagamento, por exemplo, tem sido impulsionado pelo crescimento das transações online.

Os hackers estão se aproveitando cada vez mais de vulnerabilidades em aplicações e más configurações, bem como componentes de terceiros utilizados em websites. Em abril, por exemplo, um grupo de pesquisadores identificou múltiplas vulnerabilidades no Zen Cart, um famoso pacote de softwares de carrinhos de compras online.

Conheça as principais ameaças ao seu eCommerce e saiba como uma gestão de vulnerabilidades integrada pode ajudar:

Injeção de SQL

A maioria dos sistemas de software de dependem de tecnologias de base de dados para armazenar informações críticas, portanto, um ataque à base de dados pode ser devastador. Um ataque de injeção de SQL pode variar de pequenos erros até ações que dão acesso total ao hacker.

Vulnerabilidades de injeção de SQL já foram encontradas em softwares de carrinhos de compras, como o VP-ASP Shopping Cart e o Web Merchant Services Storefront Shopping Cart.

Execução de comandos remotos

Scripts PHP e Perl mal escritos podem conter vulnerabilidades que permitem aos hackers inserir metacaracteres em URLs em carrinhos de compras para executar comandos com o uso de credenciais privilegiadas de servidores web. Esse tipo de ataque pode ser fatal para um eCommerce, pois inclui a execução de ações maliciosas que acabam não sendo rejeitadas pelos carrinhos de compras.

DDoS

Já imaginou ficar fora do ar uma semana antes do natal? E na Black Friday? Os ataques DDoS acontecem quando muitos computadores enviam solicitações, pacotes ou dados para um servidor web em particular, sobrecarregando seu funcionamento para deixá-lo mais lento ou derrubá-lo. No caso do eCommerce, esses ataques geralmente têm o objetivo de fazer com que as vítimas percam dinheiro.

Benefícios do GAT para seu eCommerce

Uma boa maneira de prevenir os principais tipos de ataque ao eCommerce é por meio de uma gestão integrada das vulnerabilidades. O GAT, da iBLISS, permite priorizar o tratamento das ameaças com base em uma visão consolidada das fragilidades existentes nos vários componentes que suportam os processos de negócio do seu eCommerce.

Com o GAT, a TI tem uma visão real do grau de exposição do ambiente, como servidores, rede, aplicações web, processos e auditorias, suportando todo o ciclo de vida das ameaças. A plataforma ainda permite definir de maneira objetiva o desempenho das equipes de segurança, oferecendo uma comparação de ambientes mais vulneráveis e a efetividade das correções aplicadas.

Com todas as vulnerabilidades e ameaças que afetam o ambiente em um único controle, a equipe de TI pode aumentar os níveis de produtividade e eficiência, dando preferência aos riscos que mais afetam as operações do eCommerce. Saiba mais sobre o GAT aqui.

Como está a Segurança Digital da sua empresa?

Converse com nossos especialistas.