Gestão de Patches: um olhar panorâmico da segurança digital

O gerenciamento de patches pode, sim, ser uma das estratégias de segurança digital para isentar o seu sistema de vulnerabilidades.

Através desse mecanismo, é possível instalar e corrigir códigos automaticamente, o que propicia uma rotina de atualização do sistema de forma completamente segura.

Ou seja, o gerenciamento de patches é uma das formas, com melhor relação custo-benefício, de manter computadores, sistemas e aplicações atualizadas automaticamente.

No texto a seguir, falaremos mais sobre o procedimento, como aplicá-lo na sua empresa e os muitos benefícios que ele oferece.

Gestão de Patches: conheça mais!

Não é apenas baseada em uma rotina de testes e atualização que funciona a gestão de patches.

O processo como um todo inclui tarefas das mais variadas: catalogação e manutenção dos códigos e patches presentes no sistema, análise de quais as atualizações necessárias em cada sistema específico e elaboração de uma rotina de testes após a instalação.

Além deste script, a equipe encarregada deve seguir o processo de documentar todos as etapas associadas, criando um “inventário” de atualizações que servirá de base para outros processos.

A gestão de patches também está diretamente ligada à uma rotina de análise de vulnerabilidades, para garantir maior segurança digital. A cada implementação de uma nova patch, ou novo código, cabe à equipe fazer o levantamento e a análise das ameaças que rondam o sistema.

Sem dúvida, a gestão de patches em sistemas operacionais é uma das formas mais eficazes de bloquear diversos ataques. E no tempo em que vivemos, serviços automatizados e pré-programados podem estar ao alcance de qualquer pessoa – que tenha ou não instruções técnicas.

Além dos sistemas operacionais, alertam especialistas, a gestão de patches também deve servir para monitorar as ameaças atreladas às aplicações.

Sobretudo nesse momento, em que a Internet das Coisas (IoT) e todos os adventos da chamada 4ª Revolução Industrial apontam para um caminho de interação entre rede, objetos e pessoas, exigindo maior atenção à segurança digital por haver uma sobrecarga de vulnerabilidade digital.

A gestão de patches, no entanto, só se mostra eficaz se for realizada em todos os locais e dispositivos – tanto on quanto off-premise. O que é essencial, já que a evolução da TI permite, atualmente, a muitos profissionais trabalharem remotamente, longe do principal banco de dados.

Mas isso não significa que, a partir dos dispositivos, o usuário está isento das ameaças. Pelo contrário: aplicações e dispositivos também são ponto chave para a ação maliciosa de cibercriminosos. Por isso é importante ter atenção!

Abaixo vamos pontuar alguns benefícios que a gestão de patches pode trazer para a segurança digital de sua empresa. Veja a seguir.

Benefícios da Gestão de Patches

Já vimos a importância da gestão de Patches para manter a segurança digital nos ambientes corporativos, livrando-os de vulnerabilidades. Mas e os benefícios que ela proporciona? Confira:

  • Com a gestão de patches, a falta de atualizações não é mais problema;
  • Diminui-se os gaps e vulnerabilidades que proporcionam ataques prejudiciais ao sistema;
  • Com relatórios mais completos e analíticos, a gestão de TI também ganha em organização e eficácia;
  • Clareza sobre as atualizações e o caminho a ser percorrido para reduzir as ameaças ao sistema;
  • Otimização do tempo a partir da redução dos esforços manuais para atualizações e implementações de novos recursos.

Como já falamos, os serviços automatizados estão a disposição na rede. É possível contratá-los de acordo com as suas possibilidades de tempo, localização e ocorrência.

No entanto, é preciso atenção na hora de contar com uma empresa especializada. Isso porque, durante o período de análise e implementação de novos patches, o prestador de serviço pode ter acesso completo aos ativos e dispositivos da empresa.

Tendo isso em vista, uma relação de confiança é fundamental no decorrer dessa gestão. Contar com uma empresa especializada pode ser um grande diferencial em nome do sucesso das operações – e da segurança digital das aplicações.

A IBLISS aposta em um tratamento personalizado para encarar todas as solicitações vinculadas à segurança cibernética. Assumimos o compromisso de agir com transparência no diagnóstico e tratamento de qualquer vulnerabilidade que possa ser encontrada.

Compromissada em oferecer maturidade digital às empresas, a IBLISS conta com larga experiência na gestão de ameaças e proteção virtual, o que inclui a rotina de gestão de patches – fique por dentro de todos nossos serviços.

Saiba mais sobre o mecanismo de gestão de patches da IBLISS: entre em contato com nossos especialistas.

 

Como está a Segurança Digital da sua empresa?

Converse com nossos especialistas.