FBI prende cibergangue que atacava usuários do Facebook

Na última terça-feira (11), o FBI anunciou ter prendido dez pessoas ligadas a uma botnet que havia se espalhado através do Facebook, a Butterfly. A botnet causou mais de US$ 850 milhões em perdas para instituições financeiras e infectou mais de 11 milhões de computadores, além de roubar cartões de crédito e dados de contas bancárias.

Este é o segundo surto importante da Butterfly, uma das maiores botnets conhecidas. O primeiro foi em dezembro de 2008 quando, transmitida pelo compartilhamento de arquivos e de SMS, a botnet infectou mais de 12 milhões de computadores em todo o mundo e roubou informações financeiras de mais de 800 mil vítimas.

No surto deste ano, a Butterfly foi alastrada por meio de variantes do Yahos, um vírus que se espalha pelo envio de links em redes sociais e mensagens instantâneas.

A equipe de segurança interna do Facebook deu assistência à investigação do FBI, ajudando a identificar a botnet, quem a estava espalhando e quais contas haviam sido infectadas por ela.

O Departamento de Justiça e do FBI, junto com parceiros policiais internacionais, deteve indivíduos na Bósnia e Herzegovina, Croácia, Macedônia, Nova Zelândia, Peru, Reino Unido e Estados Unidos.

Acesse o comunicado oficial do FBI com a notícia das prisões.

fonte:
ArsTechnica

 

 

Como está a Segurança Digital da sua empresa?

Converse com nossos especialistas.