Dispositivos USB são responsáveis por mais de 70% das violações de segurança cibernética

O uso de pen drives como um dispositivo de armazenamento fácil de transportar aumentou nos últimos anos. Mas esses dispositivos representam uma grande ameaça para a segurança cibernética. Segundo oficiais do Exército americano, seu uso não autorizado é responsável por mais de 70% das violações cibernéticas da organização.

O Exército emitiu diretrizes de segurança cibernética para proteger as redes contra ataques de hackers, advertindo os usuários a não manter quaisquer dados oficiais em seus computadores pessoais ou pen drives. Todos os funcionários foram convidados a declarar os seus bens de tecnologia da informação. Qualquer um que infringir as instruções vai responder a uma ação disciplinar rigorosa, que pode chegar até à corte marcial.

Cerca de dois anos atrás, um Major foi preso porque dados sensíveis estavam sendo transferidos de seu computador. Mais tarde, soube-se que seu sistema havia sido invadido e um vírus de espionagem estava transferindo as informações para outros computadores. Um Subtenente Júnior foi detido por funcionários depois que foi encontrado na posse de CDs não autorizados transportando informação oficial. O Comando Leste da Marinha também foi afetado depois que grupos de hackers roubaram informações de seus computadores por meio de um malware instalado por meio de dispositivos externos.

O Conselho de Segurança Nacional dos Estados Unidos designou certas agências de inteligência do Ministério da Defesa para ajudar a combater ofensivas cibernéticas contra o país.

E na sua empresa? Existe uma Política de Segurança Cibernética eficiente? A iBLISS pode ajudar.

fonte:
One Índia
The Hackers News

Como está a Segurança Digital da sua empresa?

Converse com nossos especialistas.