AnonPaste x Pastebin – Anonymous cria seu próprio site de compartilhamento de informações

O início – Pastebin censurado

O Pastebin é um serviço de compartilhamento de dados, em que usuários podem postar textos, para que esse conteúdo seja temporariamente público e outros possam ter acesso a ele. O site começou a ser usado pelos membros do Anonymous para partilhar códigos e divulgar informações sensíveis.

O Pastebin passou a carregar a má reputação de ponto de encontro para partilha de códigos maliciosos e de dados roubados. A divulgação de informações confidenciais chegou a fazer com que o domínio fosse bloqueado no Paquistão e na Turquia.

Cansados das acusações e para evitar problemas com a justiça, os administradores do site contrataram uma equipe responsável pela remoção de qualquer conteúdo considerado inapropriado e qualquer texto que contivesse dados como números de cartões de crédito, endereços pessoais e senhas.

Jeroen Vader, CEO do Pastebin, disse que o serviço tem como finalidade a disponibilização de pequenos trechos de código, mas que não foi projetado para esse tipo de compartilhamento malicioso.

Anonymous cria seu próprio Pastebin

O Anonymous se uniu ao People’s Liberation Front para…

Espera aí, antes da notícia, vamos explicar quem é quem:
O que é o Anonymous?
De novo? Acho que não precisamos apresentar novamente o grupo Anonymous. Mas, sim, termos uma novidade para você. A revista americana Time anunciou que o coletivo hackativista foi eleito pelo público como a celebridade do ano 2011. Na votação aberta, o grupo obteve mais de 396 mil votos e ganhou de lavada de celebridades como o presidente americano Barack Obama, o esportista Lionel Messi e o casal Brad Pitt and Angelina Jolie! Confira a lista completa da Revista Time
O que é People’s Liberation Front?
Agora sim, uma apresentação séria. O People’s Liberation Front é, como eles mesmos se definem, um grupo de lutadores pacíficos e não-violentos a favor da liberdade.
O grupo também tem como missão ajudar os movimentos e grupos de libertação  em todo o mundo eletrônico. Por isso, se unem ao Anonymous em muitas operações. “Nós fornecemos assistência direta aos protestos, prestando assistência técnica, coleta de inteligência, segurança eletrônica e capacidade de guerra cibernética”. Num trecho de seu Manifesto, o People’s Liberation Front diz Estamos preparados para ir para a prisão ou para sermos mortos. Vamos defender uma internet livre e aberta com todas as táticas e ferramentas que tivermos”. E completa “Não estamos nisto para obter glória ou fama. Nós lutamos para que chegue o dia em que todas as pessoas sejam livres e a luta seja desnecessária”.

Apresentados os sujeitos, voltemos à notícia…

Depois de saber que o Pastebin.com estava disposto a censurar conteúdos e fornecer os endereços de IP dos uploaders para autoridades policiais, o Anonymous e o People’s Liberation Front se uniram para criar uma alternativa, segundo eles, “totalmente segura e protegida” para o Pastebin.

Foi criado um novo site, denominado AnonPaste, que usava um endereço gratuito (.tk) e permitia que usuários colocassem no ar documentos e arquivos sem censura, pelo tempo que quisessem, sem comprometer suas identidades.

O AnonPaste possuía seu próprio método de encurtamento de URL e permitia aos usuários postar até 2MB de fragmentos de texto de cada vez. O conteúdo compartilhado podia ser configurado para expirar após 10 minutos, uma hora, um dia, um mês, um ano ou nunca.

Desenvolvido por Sebastien Sauvage, programador francês com experiência em sistemas de autenticação online para bancos franceses, e construído com o open source ZeroBin, o site não registrava os endereços IP dos uploaders e armazenava apenas os dados codificados.

Acesse o Anonymous Press Release: Anonymous Launches A New & Secure Alternative To PasteBin

AnonPaste fora do ar

Percebeu que falamos do AnonPaste no passado? Pois é. No dia 26 de abril de 2012, o AnonPaste estava suspenso e apresentava a seguinte mensagem “Esse domínio foi suspenso por queixas de abusos de direitos autorais”.

“O Anonymous estava lá quando você precisou. E agora está sob ataque. Fique conosco.”, People’s Liberation Front em defesa do grupo hacker com quem coordena operações.

fontes:
Tec Mundo
The Hackers News
TecMundo
PC Guia
PC Guia

Como está a Segurança Digital da sua empresa?

Converse com nossos especialistas.